Hotel Veneza Grande Canal

| Hotel Veneza Grande Canal perto Praça de São Marcos com quartos com vista para o Canal Grande de Veneza


hotels Veneza

Mapa no formato do pdf

Se você não tiver o Acrobat Reader,
estale aqui.

COMO CHEGAR AO HOTEL

De avião

Do aeroporto 'Marco Polo'
Com táxi aquático particular (bastante dispendioso): Partida ao externo do terminal 'Chegada' e atracagem na porta do hotel.
Antes do embarque se aconselha perguntar o preço ao condutor.
De ônibus (mais econômica) até a Praça Roma, ponto final dos ônibus, pegue a barca, linha 2, com partida a cada 10 minutos até a parada Ponte de Rialto, a 20 metros do hotel.
Como alternativa encontra-se disponível o serviço Alilaguna – Linha Laranja com partida do aeroporto e chegada a poucos metros do Hotel (cerca de 1 hora).

Do aeroporto de Treviso 'Canova'
Apanhe o autocarro vai-vém ATVO para "Venezia – Piazzale Roma". Daqui prossiga com o vaporetto (barco-táxi) ACTV, linha 2 para Rialto / San Marco e desça na paragem de Rialto. Acabou de chegar, o Hotel Rialto encontra-se a 20 metros do ancoradouro.

De comboio

De Santa Lúcia, a estação ferroviária, da Praça Roma, o ponto final dos ônibus ou do Tronchetto, o estacionamento dos carros

Com táxi aquático particular diretamente ao hotel (dispendioso)
De barca (linha 2): Partida a cada 10 minutos, até a parada Ponte de Rialto a 20 metros do hotel.

Posição

No centro histórico e comercial de Veneza, o Hotel Rialto encontra-se numa posição única e invejável, com vista para o Canal Grande, mesmo de frente para a Ponte di Rialto, um dos ângulos mais belos e sugestivos da cidade.

hotel Veneza

Do hotel em 5 minutos a pé chega-se à esplendorosa Piazza San Marco com um passeio ao longo das Mercerie (retrosarias), das ruas de comércio onde encantadoras lojas de artesanato (vidros de Murano, rendas de Burano) alternam com boutiques das griffes internacionais (Gucci, Prada, Cartier, Louis Vuitton etc.) e, em meia dúzia de minutos, após atravessar a Ponte, encontramo-nos no pitoresco mercado de Rialto da fruta e na histórica peixaria.

A paragem dos vaporetti (barcos-táxi) os quais em 10 minutos transportam até às Galerias da Academia e à Peggy Guggenheim Collection (as pinacotecas reúnem obras primas antigas e contemporâneas) e a todos os principais museus e monumentos de Veneza, encontra-se a 20 metros do hotel.

hotels Veneza

RIALTO

O Hotel Rialto adopta o nome de Rialto (rivo alto - margem alta), a área de Veneza ligeiramente mais elevada em relação à outra, desde sempre o centro de comércio de Veneza.
A ponte, como pode ser vista hoje, foi construída no século XVI sobre 12.000 troncos de madeira; Em cima da ponte se encontram duas fileiras de lojas, num total de 24.
Aos pés do monte, à esquerda, se encontra um edifício do século XVI, Palazzo dei Savi/Palácio dos Sábios (os sábios eram os coletores de impostos).
À direita se encontra um outro edifício magnífico do século XVI, em estilo renascimental: 'Palazzo dei Camerlenghi/Palácio dos Camerlengos', o equivalente ao atual Ministério do Tesouro.

O CANAL GRANDE

O Canal Grande, um canal sempre cheio de vida e esplêndido, além de ser o mais comprido, largo e profundo da cidade, é a artéria principal de Veneza, o primeiro lugar através do qual a maior parte dos turistas passeiam. É comprido 4 km, largo 30-70 metros e profundo 5 metros. O Canal Grande represente desde sempre o símbolo de Veneza e ao longo das suas plataformas curvilíneas, os aristocráticos ou Nobili Homini, como era hábito chamá-los, fizeram construir cem palácios de mármores dos quais as portas se debruçam sobre a água, decoradas com estilos de século XII, de grande influência bizantina, veneziana, gótica ou lombarda, ou uma combinação de todos os estilos.
O percurso ao longo do Canal Grande, é um dos momentos mais emocionantes da experiência veneziana em qualquer momento da jornada e é, além disso, uma ocasião para reviver a experiência dos escritores do passado.
Partindo do Piazzale Roma na direção da Praça São Marcos.

O PONTE DE RIALTO

Rialto é o nome original da ilha sobre a qual foi construída a cidade; representava o centro comercial para os habitante da laguna. Originariamente esta parte do canal era conectada a uma ponte de barcas; no século XIII foi construída uma ponte de madeira e quando a ponte estava prestes a cair, a República emanou uma licitação para a projeção de uma nova estrutura em pedra. Antonio da Ponte propês construir um arco único com o comprimento de 48 metri. Desde 1592, ano no qual foi construída, o ponte desafiou e resistiu ao ceticismo da época e se erege até hoje, apesar do peso adicional de duas fileiras de lojas.

FONDACO DEI TEDESCHI

O Armazém dos Alemães, à esquerda de Rialto, foi transformado na Agência Postal, mas uma vez representava o frequentado centro comercial de Veneza. Em 1505 o edifício foi remodelado e decorado com afrescos de Giorgione e Tiziano, fragmentos dos quais podem ser vistos na Ca' d'Oro.